Todos os anos em agosto, Santa Maria da Feira volta a ser um burgo medieval em que cavaleiros com pesadas armaduras empunham grandes espadas e disputam torneios.

Durante doze dias o centro histórico transforma-se numa grande feira da Idade Média em que marcam presença mercadores, artesãos, ferreiros, padeiros, almocreves e vendedores de licores. No interior do castelo, pode-se apreciar cenas da vida quotidiana da época e, no exterior, participar nos afamados festins e saborear as iguarias de outros tempos.

Pelas ruas, saltimbancos, músicos, malabaristas e cuspidores de fogo exibem as suas artes, fazendo com que os visitantes se sintam transportados no tempo.